menu

Daily Kanban: As 3 perguntas revisadas do Scrum

Por
Recentemente, na Abril, temos migrado algumas equipes de Scrum para Kanban ou aplicado Kanban sobre o Scrum em alguns casos. Quando esta migração, ou adição, acontece, sempre surgem as dúvidas sobre manter ou não as cerimônias do Scrum e, se forem mantidas, o que teriam de diferente.

Neste post busquei abordar a cerimônia do daily aplicado num contexto Kanban e sugiro a revisão das 3 perguntas do daily Scrum para refletir princípios Kanban.


O daily (ou reunião diária) do Scrum, visa reunir o time em torno do trabalho em andamento, durante até 15 minutos, para ouvir de cada membro:

  • O que fez até aquele momento;
  • O que fará em seguida; e
  • Se há algo o impedindo de progredir.
Esta cerimônia também busca manter o time em sinergia com a meta do sprint, pois é de interesse de todos que a meta seja atingida. Por isso compartilham suas atividades diárias.

Håkan Forss, consultor de Kanban da Suécia, influenciado pelo livro Toyota Kata de Mike Rother, sugeriu que no Kanban também haveria a necessidade do daily, que elencou como um de seus três kata.

Kata is a Japanese word describing detailed choreographed patterns of movements practised either solo or in pairs. The term form is used for the corresponding concept in non-Japanese martial arts in general. (Wikipedia)

daily como um dos kata seria a cerimônia que provocaria eventos locais de kaizen [melhoria contínua]
(fonte: InfoQ Brasil)

Sendo o daily, então, importante também no método Kanban: Como seria o ritual do time em torno do quadro nesta cerimônia?

David Anderson, pioneiro na utilização e propagação do método Kanban para o desenvolvimento de software, apresenta em seu livro Kanban, o que chamou de Filtros de decisão Lean:

  • Valor é mais importante que fluxo;
  • Fluxo é mais importante que eliminação de desperdício;
  • Eliminação de desperdício é mais importante que melhorar a eficiência.

Com base neste “filtro de decisão Lean” escolhi algumas perguntas que poderiam ser realizadas, portanto, durante o daily Kanban. São elas:

O que fez de valor até agora?
Está seguindo as políticas explícitas?
O que pode fazer pelo gargalo?
 

 

 

Como é uma reunião diária é importante que continue não passando dos 15 minutos, mas aproveite-os ao máximo com sua equipe.

Acredito também que num contexto Kanban, que busca a perfeição, cada assunto pode gerar discussões importantes sobre como otimizar o processo, mas cabe ao moderador (Kanban Master?) controlar o tempo, tomar nota e conduzir outras sessões específicas, se houver necessidade.

Cada perguntas tem um apelo único:

A pergunta, o que fez de valor até agora, indaga de forma séria e leva à reflexão sobre estar diariamente com foco na entrega de valor ao cliente.

A segunda pergunta busca disciplinar e potencializar o fluxo focando as políticas já definidas. Tem uma proposta mais focada e menos reflexiva.

A última pergunta oferece uma oportunidade para os membros pensarem no todo, em estágios diferentes dos que trabalha comumente, além de criar ações para também melhorar o fluxo.

Ao pensar nas três perguntas do daily, outras me vieram à mente, mas que acredito que possam ser feitas  com uma frequência menor (semanalmente, por exemplo), como:

  • Quais e como tratar os desperdícios que estou enxergando no fluxo?
  • Mudaria alguma política explícita?
  • Nosso limite de WIP para cada estágio está adequado?
  • O fluxo do meu estágio está contínuo?
  • Estamos entregando valor?
  • O que o gráfico CFD nos diz?
  • Estamos ouvindo o quadro?
Em outros posts tentarei abordar mais perguntas e cerimônias adaptadas do Scrum para o kanban.
Você teria sugestões diferentes para as 3 perguntas no daily kanban? Compartilhe!

 

About the author: Rafael Buzon

Sou desses que quer mudar o mundo e estou procurando e experimentando muito de várias teorias e práticas. Acesse meu site em http://rafaelbuzon.com

2 comments

  1. Márcia

    Olá! O post propõe um experimento. As 3 perguntas propostas foram aplicadas? Qual o resultado? O alinhamento de atividades entre o time foi mantido? Como?

    Posted on janeiro 13, 2017
    • Rafael Buzon

      Oi Márcia, tudo bom?

      Na verdade algo que se mostrou bem mais útil foi não se prender em 3 questões, mas analisar o quadro da direita para a esquerda e fazer as perguntas necessárias. A ideia é focar em terminar itens, antes iniciar outros. Assim, olhar os itens que estão mais próximos de finalizar nos ajudar a privilegiar o fluxo e as entregas, além de focar os esforços nas melhores oportunidades de gerar valor.

      Assim, o daily já não é mais cada pessoa falando, mas uma análise conjunta do fluxo, olhando da direta para a esquerda cada item e vendo no que cada um pode ajudar: ou com esforço técnico, ou com apoio consultivo, ou analisando gargalos ou retirando impedimentos.

      Esse post foi escrito em 2012 e de lá pra cá vimos que o foco no fluxo e não no indivíduo se mostrou melhor.

      Grande abraço!
      Buzon

      Posted on janeiro 13, 2017

Leave your reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go to top

O kudoos busca melhorar a gestão ágil no Brasil por meio da criação e promoção de conteúdo e eventos de qualidade. Veja nossos conteúdos e vídeos e participe dos eventos que promovemos para troca de ideias e experiências.

Close