menu

Business Model Canvas: Entendendo um modelo de negócio já existente

Por
Business Model Canvas - Entendendo um modelo existente
Business Model Canvas – Entendendo um modelo existente

Recentemente utilizei o Business Model Canvas com minha esposa com a finalidade de entender, pela perspectiva do marketing, um modelo de negócio já consolidado.

Optamos pelo Business Model Canvas, pois minha esposa fora recém contratada em uma empresa e precisava entender rapidamente a base conceitual e estrutural do produto para o qual iria realizar ações de marketing.

Além de entender como o produto é, também foi possível gerar drivers sobre como melhorar o produto e como explorar oportunidades.

Realizamos o Canvas (figura acima) em aproximadamente 3 horas focadas, com um intervalo de 15 minutuos. Neste período, discutimos e avaliamos cada hipótese e cada cenário possível, a fim de que, mesmo não sendo exatamente o modelo real (que se averiguaria posteriormente), fosse possível pelo menos criar condições para uma discussão e para o refinamento do modelo com os demais colegas de trabalho.

Abaixo um foco melhor na área direita do Canvas:

Business Model Canvas - Lado esquerdo
Lado direito do BMC – Segmentos de Clientes, Valores, Canais e Relacionamento

 


Vejam também:

Dinâmica: O Velório do Produto

Jogos de Inovação

About the author: Rafael Buzon

Sou desses que quer mudar o mundo e estou procurando e experimentando muito de várias teorias e práticas. Acesse meu site em http://rafaelbuzon.com

8 comments

  1. Pingback: Dinâmica de riscos: Velório do produto | Kudoos

  2. Pingback: Jogos de inovação – Parte 1, Podando a árvore do produto | Kudoos

  3. Pingback: “Product Box”: Extraindo a visão de produto dos clientes e stakeholders | Kudoos

  4. Pingback: O Project Model Canvas – Primeiras impressões | Kudoos

  5. Pingback: Project Model Canvas | Kudoos

  6. Pingback: Value Proposition Canvas — Acerte no valor e faça produtos melhores | Kudoos

  7. Pingback: 6 passos: Da ideia ao planejamento e execução | Kudoos

  8. Pingback: Os top 10 artigos no Kudoos em 2015 | Kudoos

Leave your reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go to top