menu

Kanban: Como começar?

Por
Minhas anotações do Dia 01 com David Anderson

O mapa mental ao lado é o compilado do primeiro dia de treinamento com David Anderson: o pioneiro no mundo na aplicação do método Kanban para desenvolvimento de software.

O método vem se popularizando e muito se discute sobre ser o próximo passo após o Scrum.

O fato, porém, é que o Kanban não encerra, em si, uma metodologia completa. É, como costumo dizer, suficientemente incompleto.

Uma aplicação Kanban é (numa tentativa de criar uma boa metáfora) um “vírus do bem” com o qual você contamina seu atual sistema. O vírus começa gerando um sintoma imediato em seu sistema que é a visualização do todo e permite um entendimento e compreensão melhor de como o trabalho flui em sua cadeia de valor. Em seguida o “vírus” começa atacando células não-saudáveis, como células de gordura (desperdícios); órgãos em dessintonia; e auxilia no fluxo sanguíneo (no fluxo de valor).

Metáforas a parte, David Anderson recomenda o seguinte, quando for aplicar o método Kanban:

Comece com o que você já tem
O Kanban pode (e é recomendado) ser aplicado sobre a metodologia que você já usa e com que sua empresa já está acostumada. Como comentado, o kanban atuará como um vírus, ressaltando pontos falhos e melhorias a serem feitas no seu atual processo. Isso também auxilia na mudança, uma vez que não há intervenções radicais no modo como as pessoas fazem seus trabalhos.

Busque melhorias incrementais
Uma vez inserido o vírus, ouça o que ele tem a dizer. Realize pequenas melhorias, uma de cada vez, permitindo que o entendimento das mudanças colabore com a aceitação das mesmas.

Respeite os atuais papéis e cargos
Mais uma vez, o Kanban não precisa ser intrusivo. É possível e recomendado manter a atual estrutura organizacional até que o  Kanban explicite o contrário. Quando e se isso acontecer, veja quais as melhorias alternativas para unir papéis, criar desenvolvimento concorrente, otimizar a equipe e, por fim, revê-los.

Incentive a liderança em todos os níveis
A liderança em todos os níveis diz respeito a autonomia e coragem para realizar as mudanças que precisam ser feitas. Sem a liderança seria mais difícil manter um ambiente Kaizen onde toda simples melhoria contribui para o todo.

E você? Tem aplicado Kanban em sua organização? Como tem sido?

About the author: Rafael Buzon

Sou desses que quer mudar o mundo e estou procurando e experimentando muito de várias teorias e práticas. Acesse meu site em http://rafaelbuzon.com

2 comments

  1. Renato

    Pergunta um pouco fora do contexto…. mas qual a ferramenta você usou para fazer este mapa mental ?

    Estou reunindo os conceitos e experiências voltadas para metodologias ágeis e seria interessante mostrá-las num mapa como este.

    Grato

    Posted on setembro 12, 2013
    • Leonardo Campos

      Renato, o Rafael Buzon pode te responder com mais precisão, mas acredito que ele tenha utilizado um aplicativo chamado SimpleMind:
      http://www.simpleapps.eu/simplemind/

      Abraços

      Posted on setembro 14, 2013

Leave your reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go to top