menu

Sua empresa é um time?

Por

Falamos muito sobre formar times de produto e projeto, mas pouco sobre sermos um time no nível da organização! Ou seja, quando cada time passa a ser um membro de um grande time maior. Vamos falar sobre isso?

O que é um time?

Na minha humilde opinião, um time se faz quando as pessoas confiam uma nas outras e trabalham unidas em torno de uma visão comum. Logo, vamos pegar esta última frase e analisá-la parte por parte pela perspectiva da organização, pode ser?

… as pessoas confiam umas nas outras…

A confiança é a base para times de alta performance. Quem fala sobre isso é Patrick Lencioni no livro: As cinco disfunções de um time. Neste livro o autor mostra bem como a confiança se faz base colocando-a como base em uma pirâmide que sustenta todas as outras características necessárias para um time efetivo. (veja a pirâmide aqui)

Mas e aí? Será que confiamos uns nos outros? Como conseguimos ir além da política de boa vizinhança e dizer se realmente confiamos numa outra pessoa ou num outro time? Listei algumas perguntas que podemos fazer para refletir sobre isso:

  • Quando alguém ou algum time lhe pede alguma coisa, você se sente à vontade para atender com prontidão ou fica desconfiado de que podem haver segundas intenções por trás daquele pedido?
  • Você se pega muitas vezes reclamando da burocracia da empresa, porque sabe que daria para atingir os mesmos resultados com menos esforço?
  • Você reclama de um time ou área dizendo que estes não colaboram e fazem “corpo mole” deixando tudo para o seu time?
  • Você acha que seus gerentes e coordenadores não fazem muita coisa e se ocupam somente de coisas pouco importantes e com reuniões desnecessárias?
  • Você infere que alguém não quer trabalhar quando passa pelo corredor e o vê no facebook?
  • Você acredita que algumas áreas da empresa não precisariam existir?
  • Quando você manifesta um problema para um diretor, gerente ou coordenador, sente que não será levado a sério e não terá um feedback sobre os resultados do seu pedido?

Se você respondeu SIM para algumas das questões anteriores, muito provavelmente seu contexto não tenha o grau de confiança necessário para promover um time de times. Um time organizacional efetivo.

… trabalham unidas…

Essa questão é uma variação da primeira. Num contexto em que não há confiança provavelmente o trabalho não será muito colaborativo e as equipes provavelmente já não trabalham unidas. Mas imaginando que a confiança exista, o que contribui com a união das equipes são processos, ferramentas e clareza. Proponho, então, outro conjunto de perguntas para você  analisar se tem um ambiente no qual as equipes trabalham juntas:

  • Você sabe exatamente quais processos seguir quando precisa de alguma coisa de outro time ou área?
  • Os workflows existentes, virtuais ou não, funcionam? Funcionar é a regra e não a exceção?
  • Sente que ao pedir algo através dos meios convencionais você será ouvido prontamente num SLA claro e não precisa gastar muito esforço em acompanhar o fluxo e cobrar as pessoas?
  • Você sente que outros times e áreas conhecem seu contexto e têm empatia em contribuir com seu time?
  • Outros times compartilham a mesma visão que você e resolvem possíveis conflitos de agenda de uma forma positiva e construtiva, em prol daquela visão?
  • As falhas são aceitas naturalmente?
  • Todos tem um foco em buscar a melhor solução, mais do que ficar entrincheirado em uma política ou regra?
  • Você recebe direcionamentos claros e sólidos sobre o propósito do seu trabalho, time ou área?
  • Você sente que todos refletem sobre as melhores formas de resolver os principais problemas comuns?
  • Você vê ações de integração sendo feitas continuamente?

Se você respondeu NÃO para algumas destas questões, provavelmente falte algum processo ou ferramenta ou clareza em algum ponto na interação entre áreas ou times. Seja ferramental, gerencial ou cultural, tais pontos são essenciais para que os times possam trabalhar unidos.

… em torno de uma visão comum…

Por fim, mas não menos importante, construir uma visão forte e sub-visões em áreas e produtos acaba por unir as áreas, times e membros naquilo que é mais importante. É como quando um país é bombardeado e uma guerra é declarada… Todos estão motivados e cientes da visão de defender seu país contra esse inimigo em comum. No caso da visão, é o amigo em comum 🙂

Ou, de repente, podemos pintar um problema ou uma dor da empresa como sendo o inimigo em comum que temos que derrotar com quaisquer soluções que pensarmos juntos.

Aí vão outras perguntas para analisar se há uma visão comum:

  • Se você perguntar para qualquer um da empresa, a qualquer momento, sobre a coisa mais importante, como empresa, você obterá a mesma resposta sempre?
  • Se você perguntar para seu time qual a coisa mais importante do time para ser feita na Sprint ou naquele dia, todos falarão a mesma coisa?
  • Histórias são contadas sobre times ou áreas que contribuíram significativamente para a visão da empresa?
  • Histórias são contadas sobre falhas e erros do passado que não podem ser repetidos?
  • A visão que transmitem para você é inspiradora?
  • Você participa de discussões acaloradas sobre como ser uma empresa melhor em busca da visão?
  • Você não ouve desculpas como a de que não há verba ou não há “braços” disponíveis para uma ação importante para a visão?
  • Quando há uma visão, todos sentem que é possível atingi-la?

Se você disse NÃO para boa parte das questões, provavelmente você não tem uma visão comum e forte empoderando seu time de times.

Essas são algumas questões que podem nos ajudar a criar ações para que haja mais confiança, união e visão (não necessariamente nesta ordem) em nosso ambiente de trabalho em busca de um time de times efetivo.

E ai… como é na sua empresa? Enxerga outras questões para promover um time de times?

Leave your reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go to top

O kudoos busca melhorar a gestão ágil no Brasil por meio da criação e promoção de conteúdo e eventos de qualidade. Veja nossos conteúdos e vídeos e participe dos eventos que promovemos para troca de ideias e experiências.

Close