menu

Os top 10 artigos no Kudoos em 2015

Por

Fala pessoal, tudo bom?

O ano de 2015 foi bem interessante no mundo da gestão moderna. Alguns conceitos se popularizaram mais, como as várias aplicações de canvas: o Business Model Canvas; Value Proposition Canvas; Project Model Canvas e Learning Canvas. Discussões sobre Ágil / Scrum versus Lean / Kanban continuaram. A Holacracia ganhou também mais destaque no cenário global sendo até considerada por alguns como uma das tendências mais promissoras na forma de se organizar das empresas.

E aqui no Kudoos a procura por estes conteúdos não foi diferente. Abaixo compilamos os 10 artigos mais lidos de 2015 para você recordar.

Top 10 no Kudoos:

1 – Value Proposition Canvas — Acerte no valor e faça produtos melhores

Nesse post, Guilherme Massa apresentou em detalhes o propósito do Value Proposition Canvas e como aplicá-lo na prática, complementando e contribuindo com o Business Model Canvas.

2 – O Kanban no atendimento do McDonald’s

Rafael Buzon apresentou neste post uma observação livre sobre conceitos Lean e Kanban na operação do McDonald’s.

3 – O Project Model Canvas – Primeiras impressões

Em 2013 participamos de uma apresentação do PMC dada pelo José Finocchio e compartilhamos nossas principais impressões iniciais sobre a ferramenta. (E ainda é um dos artigos mais lidos)

4 – Dissecando o Grooming

Uma das cerimônias que emergiu com o tempo, por meio da utilização de práticas ágeis, foi a reunião de Grooming, sobre a qual detalhamos seu propósito e suas dinâmicas neste post.

5 – Holacracia – Governança e direção ágil

Outro assunto com bastante audiência em 2015 foi a Holacracia. Neste post mais lido sobre o assunto, Leonardo Campos apresenta os fundamentos da Holacracia: suas práticas, papéis e estrutura geral. Para quem não sabe do que se trata, veja um trecho de sua descrição:

Holacracia significa a governança da organização por si mesma — não pelas pessoas na organização, nem por seus proprietários, como era nos antigos sistemas de governança, mas pelo próprio livre arbítrio da organização. (Tradução livre)

6 – O dia em que matamos o QA

Hamilton Fonte relata um experimento realizado em seu projeto, após um período em que passou sem um analista de QA em seu time, e como contornou

7 – Business Model Canvas – Entendendo um modelo de negócio já existente

O BMC não precisa ser usado somente para conceber novos produtos, mas também para dar clareza sobre modelos de negócio já existentes. Foi isso que Buzon buscou mostrar nestes post, aplicando a ferramenta com sua esposa como cobaia. 🙂

8 – Sprint é macho ou fêmea

Neste rápido artigo, tentamos dar resposta à curiosidade sobre se o/a Sprint é menino ou menina. 😀

9 – Explorando a definição de pronto

Defendemos neste artigo a inclusão da perspectiva da área de negócio na definição de pronto a fim de promover melhor colaboração e aproximação dos papéis e áreas.

10 – Cumulative Flow Diagram – Como exibir progresso visualmente

Leonardo Campos descreve profundamente como construir e analisar um CFD – Cumulative Flow Diagram extraindo informações essenciais ao seu produto / projeto.


 

Obrigado por sua audiência em 2015.
Grande abraço e continue com a gente em 2016!

Veja o que já publicamos neste ano:

Leave your reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go to top